Coisas da vida


     Me decepcionei com você, e o pior é que já esperava. Era meio óbvio, mas paguei para ver, e dei um voto de confiança a você. Na verdade, sempre soube que isso não daria certo, você era um problema evidente (e dos grandes). Sempre soube que não era o cara certo, e menti para mim mesma, querendo me convencer do contrário. Não funcionou como eu queria.
    Parece patético, e é, mas não me arrependo, só lamento minha ingenuidade. Creio que cada deslize foi válido, e serviu de aprendizado. Cada tropeço me fez mais forte e preparada. Uma amiga, do primeiro período da faculdade, me ensinou que ao decidirmos algo, devemos nos comprometer com as possíveis consequências. E é isso que estou fazendo, encarando as escolhas que fiz. Tentando não repeti-las. E se acontecer não tem problema. A gente tropeça mil vezes antes aprender a andar. Rala a perna, quebra cara, e depois de um tempo esquece. Lá na frente, quando volta à memória, a gente chora de tanto rir. Coisas da vida.
   É isso. Vesti uma roupa bonita, soltei o cabelo, abri aquele sorriso, e fui para o lugar onde tudo é mais seguro. A realidade.

'Amanda Nascimento

5 comentários: