Estilo “X”


Como explicar certas coisas?
A gente decide mudar. E muda.
     
     Sempre acreditei que deveria ter um estilo "x". Escolher um modelo pré definido e seguir. Eu só esqueci de um detalhe: não sou nada convencional. Nem consigo viver no modo automático. Recentemente, acordei com o juízo virado para a lua e, desde então, uma sede de mudança vem me consumindo; uma vontade quase incontrolável de sair da mesmice, embora eu ache que esse lance de ser "diferente e único" seja o maior dos clichês. No meu caso, eu já quis ser “igual”, mas faz tempo e desisti.

Um belo dia, vulgo hoje, decidi usar unhas um tanto ousadas, e relatar isso é até desnecessário, porém não mais que a reação das pessoas pelo simples fato de eu não usar unhas “normais”. Eu hein.. 

'Amanda Sorráby