Amor



Me perguntaram sobre o amor. Pois bem, eis minha resposta:

O amor é simples e, ao mesmo tempo, abrangente. Para esclarecer dividi em tópicos.

  • Deus
    - Acredito que a melhor definição do amor é Deus. Em toda a sua bondade e majestade. Com todo o seu cuidado e misericórdia. Não creio que seja possível amar sem tentar ser como ele. Não mesmo. O amor não é um sentimento. É uma escolha.
  • O amor não funciona por mérito
    - Essa parte parece um pouco confusa, mas veja... você admira as qualidades de alguém, e passa a compreender de modo especial os defeitos. Não se trata de ser cego. É acreditar no potencial do outro.
  • Renuncia
    - É quase impossível amar sem abrir mão de algo. Seja um habito da sua rotina, ou uma mania chata que o outro não gosta. Qualquer coisa. A questão é que se você não está disposto a mudar, certamente, a pessoa não é lá tão especial.
  • Tempo e dedicação
    - O tempo e a dedicação dividem o mesmo espaço, ja que ambos caminham juntos. O tempo mal gasto é inútil. A dedicação requer o tempo. E tempo de qualidade. Quando amamos com sinceridade, nada é feito de qualquer jeito. Tudo é caprichado.
Isso, meus queridos, é o amor.
Seja entre amigos, irmãos, ou em qualquer outro tipo de relacionamento.


'Amanda Nascimento

Postar um comentário