Mais um dia


    
 Querido diário, quero dizer-te que hoje - especialmente hoje - tudo aconteceu desordenado. Perdi o horário, quase fui atropelada, e lembrei-me que esqueci de tomar o café. É. Não comi aquelas torradas.

- Sim. Torradas. Crocantes e amanteigadas, como gosto. Que poderiam ser acompanhadas de patê, requeijão, geleia, ou um molho que lhes acrescentasse algum sabor especial. Adoro essas coisas, você sabe.

     No caminho até o ponto de ônibus, um motorista desatento quase bateu em mim, mas juro que não tive culpa. Não estava apressada, embora bem atrasada. E por falar em  atraso, a noite passada foi maravilhosa. Prestei contas com o cansaço, e liquidei todo sono acumulado. Além de muito, esta noite dormi bem. De verdade.

    Aaaah, diário... Se eu pudesse, contaria mais. Te diria o motivo de tantas noites perdidas. Explicaria os atrasos que acabaram virando rotina. Provaria que sou mais forte do que pareço, e o bastante para me recuperar dos acidentes da vida. Eu não hesitaria em oferecer-te um chá - ou quem sabe um café -  para compensar todas as vezes que me ouviu com atenção. A propósito, você tem aula mais tarde? Pensei que poderíamos sair para jantar. Espero você me ligar.

- Até logo...


'Amanda Nascimento 

4 comentários:

  1. Adorei. Mas não foi só o seu dia que foi desordenado o meu tb. Kkkk

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Todo mundo tem um dia assim. Eu, por exemplo, tenho vários 😅

      Excluir
  2. Amanda,ficou ótimo seu texto...gostei do "eu não hesitaria".

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada, Cris. Trata-se de uma pessoa especial. Realmente não hesitaria 😍

      Excluir