Amor. Amar. Amei.


Amar é isso. Se doar e cuidar, sem esperar nada em troca. Uma noite de amor para amantes que não podem ter um ao outro. Um beijo de bom dia, antes do café da manhã. Pode ser a verdade no aperto que sentimos ao ver o outro passar com alguém, porque o orgulho não nos deixou voltar atrás. Pode ser a luta diária contra os obstáculos da vida. O amor pode ser tantas coisas.

Amar, meu bem, é cantar sua música favorita, mesmo sem lembrar da letra. Inventar uma receita de doce para agradar seu paladar. É permanecer de pé, quando o mundo à nossa volta parece desabar. Amar é dormir um pouco mais tarde e acordar um pouco mais cedo, para te ver sorrir mais vezes. Fazer um cafuné enquanto você dirige. É fechar os olhos, quando você fala no meu ouvido. Amar é saber que nosso breve tempo vale mais que ouro. É entender quando está ocupado, e cuidar de você quando está cansado.

Para mim, tem sido uma tarefa difícil, confesso. Um tiro no escuro. Uma bala no pé. É viver o presente como se não existisse o futuro. Amar você é esquecer que a saudade existe, porque nem sempre você vai estar aqui. É ignorar que você tem outra vida além de nós dois. É aceitar suas desculpas, quando mente para mim. E você mente mal.

Amar você é cuidar do meu corpo e do meu cabelo. É ter que me amar sempre mais, para suportar todas as suas partidas. São tantas. Amar você é saber que você nunca vem para ficar, mas que não posso ser sua pela metade. É perder o sono mil vezes, por não saber lidar com ansiedade. É forçar minha maturidade. Amar você é contar os segundos até que nos restam até sua próxima partida. É entender quando você esquece o meu aniversário, mas fazer do seu o dia mais especial da sua vida. Amar você dói, e é uma dor que eu fiz questão de sentir.

p.s. Era uma vez.. Hoje não mais.

'Amanda Nascimento

4 comentários: