Pessoas felizes choram


Das coisas erradas que me ensinaram na vida, conheçam "chorar é para os fracos".

Acreditei nessa balela por muito tempo. Não me permiti transbordar. Guardei tantas mágoas e sofrimentos, quando poderia ter deixado que as dores fossem embora em algumas lágrimas derramadas. Não estou dizendo que devemos nos entregar ao que nos fere, ou que render-se ao pranto é a solução dos problemas. O que estou dizendo é que de vez em quando a gente tem que se dar o direito de sentir [e chorar]. Para lavar a alma mesmo. E não seremos fracos por isso. Se analisarmos bem, é preciso ter muita coragem para demonstrar uma ferida emocional. Seria Como admitir que o nosso escudo, ou parte dele, foi derrubado.

Em meu recente processo de amadurecimento descobri algumas coisas. Uma delas é que "pessoas felizes choram". E não estou falando da reação de quem passou no vestibular, ou da emoção dos convidados de um casamento. Refiro-me ao choro resultante da dor ou da saudade, por exemplo. Pessoas felizes choram porque são bem resolvidas. Porque sabem que, embora seja preciso manter o controle nas situações mais difíceis, por outro lado somos humanos, passíveis de mágoas e lágrimas. Ninguém está imune a nada. Em algum momento de nossas vidas seremos vítimas de algum dissabor, seja por uma insatisfação ou por um adeus que não pudemos dar. 

Não creio que seja possível estar totalmente  feliz, ou ser completamente  triste. 

- Quem nunca perdeu um ente querido ou um bichinho de estimação? 

- Quem nunca recebeu um "feliz aniversário" de alguém que ama,  ou nunca encontrou uma moda de R$ 0,50 na rua? 

Já reclamei por coisas que eu mesma poderia consertar, como também deixei de enxergar grandes conquistas.

- Entende onde quero chegar?

Perdemos boas oportunidades de sorrir para a vida, só porque nossa visão usa lentes de aumento quando tem de lidar com problemas. Então tenha calma. Respire fundo. Sorria sempre que der. E cale-se quando quiser. O choro é livre, meu querido. Mas livre-se dele quando ele não for necessário. 

Tudo é uma questão de equilíbrio. Apenas!


 
'Amanda Nascimento 


Um comentário: