Ninguém é de ferro


O ser humano é estranho. Minha vida está de cabeça pra baixo. Parece que tudo que faço de alguma forma dá errado. Só que eu tento não descontar minha raiva em ninguém, tenho engolido a seco cada pequeno fracasso. Agora veja como é a vida, vez por outra aparece alguém me aprontando uma. Hoje mesmo tive uma discussão com uma pessoa que, diferente de mim, não demonstra fazer tanto esforço para amenizar essa raiva. Fui acusada de algo que não fiz e, a princípio, nem entendi. Pareceu que todos sabiam do que se tratava, menos eu "A CULPADA". 

Sim, já tive alguns surtos de loucura por causa do meu inferninho atual, ninguém é de ferro, cometer esses erros é normal pra qualquer um. Mas até onde pode ir esse tipo deslize? Até você machucar alguém e se dar conta do quão cruel foi sua atitude. Ou pode durar até para sempre, caso você nunca se importe com as consequências do que faz. Sei que a pessoa que me acusou está passando por uma fase muito difícil, por isso perdôo, mas isso não anula o fato de que fui magoada. Nada vai tirar minha "culpa" diante das pessoas que convivem diariamente comigo, e que sequer têm interesse de me ver provar o contrário. 

É tanta coisa acontecendo de uma vez. Problemas financeiros, na família, no relacionamento, no trabalho, na faculdade.. minha vida pessoal por inteiro. Eu só quero que tudo passe. Não quero que ninguém tenha pena de mim, não quero que me procurem com discursos de compaixão. Não! Só quero que tudo passe logo. Peço a Deus que me dê forças e sabedoria para lidar com tudo. Que me ajude na capacidade de suportar tudo e de me controlar nas situações mais críticas. Também não quero encontrar culpados para apontar. Não me interessa acusar. Disse e repito: só quero que tudo passe logo. 


Agora o meu conselho. Cerque-se de poucas pessoas, mas escolha as pessoas certas. Não se iluda com qualquer discurso de compaixão, pois tem gente que só quer se alimentar da sua tristeza. Não exponha sua vida desnecessariamente, mas saiba admitir quando não estiver muito bem. Essa ultima parte é muito importante, afinal, ninguém é de ferro, não é mesmo?! Além disso, as pessoas precisam de lembrar de que você é humano. Que erra, de vez em quando, mas que sente de vez em sempre.