Casei com meu melhor amigo

Principio de felicidade..

Ele chegou quando tudo estava dando errado, e fez com que tudo parecesse menos pesado. Era ele quem vivia dizendo que tudo dependia do nosso ponto de vista, e mais tarde descobri que ele estava certo. Ele não era nada do que eu queria em um homem. Era o que eu pensava até conhece-lo melhor e descobrir que a felicidade havia batido na porta e eu quase a perdia de vista.

Não que minha felicidade seja fútil a ponto de depender de uma pessoa, mas eu finalmente havia encontrado alguém especial o bastante para plantar essa felicidade em meus dias. Não lembro quando comecei a te olhar diferente e não faço odeia de quando foi nosso primeiro beijo, mas ele aconteceu e você é real.

Foi difícil para mim ter que admitir. Eu desisti tantas vezes do amor. Eu já nem sabia se a minha definição de amor era correta (ou pelo menos válida). É bem mais fácil ser independente e não sentir falta de ninguém. Não me importar com nada além do horário do ônibus que eu pegava para ir trabalhar. Era mais comodo e conveniente ser só. Era mais seguro!

Ele chegou se doando sem pedir nada em troca, mas era inevitável querer retribuir. Aconteceu naturalmente, e naturalmente se mantem. A sensação de ser totalmente transparente com alguém é maravilhosa e inexplicável. Lembro de quando cometi meu primeiro deslize, quis negar de todas as maneiras possíveis, mas preferi contar a verdade óbvia. Para a minha surpresa ele me perdoou. Superamos isso juntos. 

Temos vivido dias difíceis, mas nossa convivência por si só é tão gostosa, que a gente tira de letra qualquer contratempo. Ele é oposto mim. Calmaria, paciência, silencio.. Quase tudo. Mas são essas diferenças que estão me ensinando a ser uma pessoa melhor, e eu sempre achei isso fantástico, essa capacidade que alguns seres humanos tem de despertar o melhor nos outros. Ele me fez amadurecer e descobri na pratica o que é ser feliz.


'Amanda Nascimento

Diário de uma falsa magra #3


Estética funciona?


Sempre tive raiva de pessoas que faziam propagandas milagrosas de estética. Pensa comigo.. se fosse possível reverter todas as porcarias que comemos, isso custaria muito mais caro do que já é, certo?!
 - Sim e Não!

Tive minha primeira experiência com estética recentemente, com poucos dias antes de casar. A esteticista, que também é nutricionista, me falou que em duas semanas eu teria um bom resultado e, mesmo sem saber se ia dar certo, aceitei a proposta.


Primeiro ela me explicou algumas coisas. Disse que a estética sozinha tem seus resultados, mas que é preciso dedicação para mante-los. Paty me falou que seguindo uma rotina de exercícios físicos e uma alimentação balanceada, além de manter os resultados estéticos eu iria potencializar os resultados. Não fiz exercício nenhum porque sou preguiçosa mesmo, e na alimentação só tirei as besteiras que qualquer pessoa sabe que distribui gordura adoidado. Esperei as duas semanas e VRA... lá estavam os resultados que eu não acreditava. Daí fiquei pensando no quanto esse resultado poderia ter sido maior se eu tivesse me dedicado mais. Culpa da minha preguiça..

O que eu fiz?
- Manta térmica
- Massagem redutora (ou modeladora)
- Endermoterapia

Perguntas que mais recebi:

Funciona mesmo?
- Sim.

Isso dói?
- A manta só incomoda um pouco, os outros dois são bem chatinhos, mas nada que a gente não possa suportar. É a dor da beleza entrando kkkk

Custa caro?
- Onde eu fiz os valores são bem em conta. Tipo.. barato de verdade. Acredito ser o menor valor da cidade, apesar do bom serviço, mas geralmente estética custa caro.

Vale a pena?
- Vale! Principalmente se você estiver disposto a unir a estética com uma rotina de vida saudável.

Faria de novo?
- Farei!

É isso. Espero que tenham gostado.