A dona do paraíso


Amanda Nascimento

Vinte e tantos anos. Cristã. Aspirante a jornalista. Sonhadora apaixonada.
Subestimo-me quando vou escrever. Repouso ao cantar.
Viajar faz bem, acredito. Não viajo muito, mas a leitura, por vezes, se encarrega de me levar.
Por ora, me esforço na arte de fotografar. Me contentaria saber dançar.
Loira natural, Ruiva tingida. Tagarela assumida.
Comportada por ofício. Serelepe por natureza.
É isso! 

Gosto de dar beijinhos estalados e de abraços apertados.